Concepção, Gestação, Bebê e Infância
Casal e Família
Relações de Gênero
Sexualidade Humana
DST's & AIDS
Métodos Contraceptivos
Estresse & Ansiedade
Medos & Fobias
Saúde & Prevenção
Hábitos e Disfunções Alimentares
Qualidade de Vida
Neurociências
Dependência química
Farmacologia
Psicologia Organizacional
Psicologia Acadêmica
Psicologia do Trânsito
Ética & Legislação
Direitos e Declarações Universais
Instituições
Notícias
Indicações Bibliograficas
Utilidade pública
Normas e Responsabilidades
Sobre o Site



Marcos A. L. Renna - Contato: 2965-4042 / 98458-4892
DSM-IV
4ª Edição
Home » DSM-IV » Demência Vascular  - 290

Demência Vascular  - 290

290. Demência Vascular

(anteriormente Demência Multi-Infarto)


Características Diagnósticas


Deve haver evidências de doença cerebrovascular (isto é, sinais e sintomas neurológicos focais ou evidências laboratoriais) consideradas etiologicamente relacionadas com a demência (Critério C). Os sinais e sintomas neurológicos focais incluem resposta extensora plantar, paralisia pseudobulbar, anormalidades da marcha, exagero dos reflexos tendinosos profundos ou fraqueza de uma das extremidades. A tomografia computadorizada (TC) do crânio e a imagem por ressonância magnética (IRM) geralmente evidenciam múltiplas lesões vasculares do córtex cerebral e estruturas subcorticais. A Demência Vascular não é diagnosticada se os sintomas ocorrem exclusivamente durante um delirium (Critério D). Entretanto, este pode estar sobreposto a uma Demência Vascular preexistente e, neste caso, o subtipo Com Delirium deve ser indicado.


Subtipos


Os subtipos seguintes (cada um dos quais com seu próprio código) devem ser usados para indicar a característica predominante da apresentação clínica atual:

Com Delirium: Este subtipo é usado se há delirium sobreposto à demência.

Com Delírios: Este subtipo é usado se delírios são a característica predominante.

Com Humor Deprimido: Este subtipo é usado se humor deprimido (incluindo apresentações que satisfazem os critérios de sintomas para um Episódio Depressivo Maior) é a característica predominante. Um diagnóstico separado de Transtorno de Humor Devido a uma Condição Médica Geral não é dado.

Sem Complicações: Este subtipo é usado se nenhuma das características anteriores predomina na apresentação clínica atual.

O especificador Com Perturbação do Comportamento (que não pode ser codificado) também pode ser usado para indicar perturbações comportamentais clinicamente significativas (por ex., vagar a esmo pelas ruas).


Procedimentos de Registro


Por convenção da CID-9-MC, apenas Demência Vascular e Demência do Tipo Alzheimer têm subtipos codificáveis. Os códigos diagnósticos para Demência Vascular dependem do subtipo para as características predominantes: 290.41 para Com Delirium, F01.81- 290.42 para Com Delírios, F01.83 - 290.43 para Com Humor Deprimido, F01.80 - 290.40 para Sem Complicações. O especificador Com Perturbação do Comportamento não é codificado e pode ser aplicado a cada um dos subtipos acima (por ex., 290.43 Demência Vascular, Com Humor Deprimido, com Perturbação do Comportamento). Além disso, a condição cerebrovascular (por ex., 436 acidente cerebrovascular) deve ser codificada no Eixo III.


Características e Transtornos Associados


Características descritivas e transtornos mentais associados. Apresentamos uma discussão geral sobre as características e transtornos associados com a demência.

Achados laboratoriais associados. A extensão das lesões do sistema nervoso central detectadas pela TC e IRM na Demência Vascular tipicamente excede a extensão das alterações detectadas no cérebro de pessoas idosas saudáveis (por ex., hiperintensidades periventriculares e da substância branca observadas em IRMs). As lesões freqüentemente aparecem tanto nas estruturas da substância branca quanto da cinzenta, incluindo regiões e núcleos subcorticais. Evidências de antigos infartos (por ex., atrofia focal) podem ser detectadas, bem como achados de doença mais recente. Os achados do EEG podem refletir lesões focais no cérebro. Além disso, pode haver evidências laboratoriais de condições cardíacas e vasculares sistêmicas associadas (por ex., anormalidades no EEG, evidência laboratorial de insuficiência renal).

Achados ao exame físico e condições médicas gerais associadas. Os sinais neurológicos comuns (por ex., reflexos anormais, fraqueza em uma das extremidades, perturbações da marcha) são discutidos na seção "Características Diagnósticas". Existem, freqüentemente, evidências de hipertensão arterial de longa duração (por ex., anormalidades fundoscópicas, coração aumentado de tamanho), valvulopatia (por ex., sons cardíacos anormais) ou doença vascular extra-craniana, que podem ser fontes de embolia cerebral. Um único acidente vascular encefálico pode causar uma alteração circunscrita do estado mental (por ex., afasia após uma lesão do hemisfério esquerdo, ou transtorno amnéstico por infarto na distribuição das artérias cerebrais posteriores), mas em geral não causa Demência Vascular, a qual resulta, tipicamente, da ocorrência de múltiplos acidentes vasculares encefálicos, geralmente em diferentes momentos.


Características Específicas à Cultura, à Idade e ao Gênero


O início da Demência Vascular é tipicamente mais precoce do que o da Demência do Tipo Alzheimer. O transtorno é aparentemente mais comum em homens do que em mulheres.

Prevalência

A Demência Vascular, conforme relatos, é muito menos comum do que a Demência do Tipo Alzheimer.


Curso


O início da Demência Vascular é tipicamente súbito, seguido por um curso flutuante e gradativo, caracterizado por rápidas alterações no funcionamento, ao invés de uma progressão lenta. O curso, entretanto, pode ser altamente variável, e um início insidioso com declínio gradual também é encontrado. Em geral o padrão deficitário é lacunar, dependendo das regiões do encéfalo que foram destruídas. Certas funções cognitivas podem ser afetadas precocemente, enquanto outras permanecem relativamente intactas. O tratamento precoce da hipertensão e doença vascular pode evitar uma maior progressão.


Diagnóstico Diferencial


Apresentamos uma discussão geral sobre o diagnóstico diferencial da demência.

Critérios Diagnósticos para F01.xx - 290.xx Demência Vascular

A. Desenvolvimento de múltiplos déficits cognitivos manifestados tanto por (1) quanto por (2):

(1) comprometimento da memória (capacidade prejudicada de aprender novas informações ou de recordar informações anteriormente aprendidas)

(2) uma (ou mais) das seguintes perturbações cognitivas:

(a) afasia (perturbação da linguagem)

(b) apraxia (capacidade prejudicada de executar atividades motoras, apesar de função motora intacta)

(c) agnosia (fracasso em reconhecer ou identificar objetos, apesar de função sensorial intacta)

(d) perturbação do funcionamento executivo (isto é, planejamento, organização, seqüenciamento, abstração)

B. Os déficits cognitivos nos Critérios A1 e A2 causam, cada qual, um prejuízo significativo no funcionamento social ou ocupacional e representam um declínio significativo em relação a um nível anterior de funcionamento.

C. Sinais e sintomas neurológicos focais (por ex., exagero dos reflexos tendinosos profundos, resposta extensora plantar, paralisia pseudobulbar, anormalidades da marcha, fraqueza em uma das extremidades) ou evidências laboratoriais indicativas de uma doença cerebrovascular (por ex., múltiplos infartos envolvendo o córtex e substância branca) considerados etiologicamente relacionados à perturbação.

D. Os déficits não ocorrem exclusivamente durante o curso de um delirium.

Codificar com base nas características predominantes:

290.41 Com Delirium: se delirium está sobreposto à demência.

F01.81 - 290.42 Com Delírios: se delírios são a característica predominante.

F01.83 - 290.43 Com Humor Deprimido: se humor deprimido (incluindo apresentações que satisfazem todos os critérios de sintomas para Episódio Depressivo Maior) é a característica predominante. Um diagnóstico separado de Transtorno do Humor Devido a Uma Condição Médica Geral não é dado.

F01.80 - 290.40 Sem Complicações: se nenhuma das características acima predomina na apresentação clínica atual.

Especificar se:


Com Perturbação do Comportamento

Nota para a codificação: Codificar também a condição cerebrovascular no Eixo III.


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do amigo:

E-mail do amigo:

Mensagem:

Código de segurança (Repita o código):
 


Home :: Eventos :: Dicionário :: DSM-IV :: CID-10 :: Contato               PsicNet - Todos os direitos reservados