Concepção, Gestação, Bebê e Infância
Casal e Família
Relações de Gênero
Sexualidade Humana
DST's & AIDS
Métodos Contraceptivos
Estresse & Ansiedade
Medos & Fobias
Saúde & Prevenção
Hábitos e Disfunções Alimentares
Qualidade de Vida
Neurociências
Dependência química
Farmacologia
Psicologia Organizacional
Psicologia Acadêmica
Psicologia do Trânsito
Ética & Legislação
Direitos e Declarações Universais
Instituições
Notícias
Indicações Bibliograficas
Utilidade pública
Normas e Responsabilidades
Sobre o Site



Marcos A. L. Renna - Contato: 2965-4042 / 98458-4892
DSM-IV
4ª Edição
Home » DSM-IV » Alteração da Personalidade Devido a uma Condição Médica Geral -310.1

Alteração da Personalidade Devido a uma Condição Médica Geral -310.1

310.1 Alteração da Personalidade Devido a uma Condição Médica Geral


Características Diagnósticas


A característica essencial de uma Alteração da Personalidade Devido a uma Condição Médica Geral é uma perturbação persistente da personalidade que o clínico julga ser devido aos efeitos fisiológicos diretos de uma condição médica geral. A perturbação da personalidade representa uma mudança no padrão prévio de personalidade característico do indivíduo. Em crianças, esta condição pode ser manifestada por um desvio acentuado do desenvolvimento normal, ao invés de uma alteração em um padrão estável de personalidade (Critério A). Deve haver evidências, a partir da história, exame físico ou achados laboratoriais, de que a alteração da personalidade é a conseqüência fisiológica direta de uma condição médica geral (Critério B). O diagnóstico não é feito se a perturbação é melhor explicada por outro transtorno mental (Critério C), nem se a perturbação ocorre exclusivamente durante o curso de um delirium ou se os sintomas satisfazem os critérios para uma demência (Critério D). A perturbação deve, também, causar sofrimento ou prejuízo significativo no funcionamento social, ocupacional ou em outras áreas importantes (Critério E).

As manifestações comuns de alteração da personalidade incluem instabilidade afetiva, fraco controle dos impulsos, surtos de agressividade ou raiva em nítida desproporção com qualquer estressor psicossocial desencadeante, acentuada apatia, desconfiança ou ideação paranóide. A fenomenologia da alteração é indicada pelo uso dos subtipos relacionados abaixo. Um indivíduo com o transtorno freqüentemente é descrito pelos outros como "não sendo ele mesmo [ou ela mesma]". Embora compartilhe o termo "personalidade" com os Transtornos da Personalidade do Eixo II, este diagnóstico é codificado no Eixo I e distingue-se em virtude de sua etiologia específica, diferente fenomenologia e início e curso mais variáveis.

O quadro clínico em um determinado indivíduo pode depender da natureza e localização do processo patológico. Uma lesão dos lobos frontais, por exemplo, pode provocar sintomas tais como falta de juízo crítico ou de capacidade de antever conseqüências, jocosidade, desinibição e euforia. Acidentes vasculares encefálicos que afetam o hemisfério direito podem freqüentemente provocar alterações de personalidade em associação com negligência espacial unilateral, anosognosia (incapacidade do indivíduo de reconhecer um déficit corporal ou funcional, tal como a existência de hemiparesia), impersistência motora e outros déficits neurológicos.


Subtipos


A alteração da personalidade pode ser especificada indicando-se a sintomatologia predominante no quadro clínico.

Tipo Instável.

Tipo Desinibido

Tipo Agressivo

Tipo Apático

Tipo Paranóide

Outro Tipo

Tipo Combinado

Tipo Não Especificado.


Procedimentos de Registro

Ao registrar Alteração da Personalidade Devido a Uma Condição Médica Geral, o clínico deve anotar tanto a fenomenologia específica da perturbação, incluindo o subtipo apropriado, quanto a condição médica geral que ele julga estar causando a perturbação no Eixo I (por ex., 310.1 Alteração da Personalidade Devido a Lúpus Eritematoso Sistêmico, Tipo Paranóide). O código da CID-9-MC para a condição médica geral (por ex., 710.0 lúpus eritematoso sistêmico) também deve ser anotado no Eixo II (Ver Apêndice G para uma lista dos códigos diagnósticos selecionados da CID-9-MC para condições médicas gerais).


Condições Médicas Gerais Associadas


Uma variedade de condições neurológicas e outras condições médicas gerais podem causar alterações da personalidade, incluindo neoplasmas do sistema nervoso central, traumatismo craniano, doença cerebrovascular, doença de Huntington, epilepsia, condições infecciosas com envolvimento do sistema nervoso central (por ex., vírus da imunodeficiência humana), condições endócrinas (por ex., hipotiroidismo, hipo e hiperadrenocorticismo) e condições auto-imunes com envolvimento do sistema nervoso central (por ex., lúpus eritematoso sistêmico). Os achados associados do exame físico, achados laboratoriais e padrões de prevalência e início refletem aqueles da condição neurológica ou outra condição médica geral envolvida.


Diagnóstico Diferencial


Condições médicas gerais crônicas associadas com dor e debilitação física também podem estar associadas com alterações da personalidade. O diagnóstico de Alteração da Personalidade Devido a Uma Condição Médica Geral é feito apenas quando é possível detectar um mecanismo fisiopatológico direto. A alteração da personalidade é um aspecto freqüentemente associado de uma demência (por ex., Demência do Tipo Alzheimer). Um diagnóstico em separado de Alteração da Personalidade Devido a Uma Condição Médica Geral não é feito se também são reunidos os critérios para uma demência, nem se a alteração ocorre exclusivamente durante o curso de um delirium. Além disso, o diagnóstico de Alteração da Personalidade Devido a uma Condição Médica Geral não é feito se a perturbação é melhor explicada por outro Transtorno Mental Devido a uma Condição Médica Geral (por ex., Transtorno do Humor Devido a Tumor Cerebral, Com Características Depressivas).

As alterações da personalidade também podem ocorrer no contexto de uma Dependência de Substância, especialmente no caso de uma dependência de longa duração. O médico deve investigar atentamente a natureza e extensão do uso da substância. Se o profissional deseja indicar um relacionamento etiológico entre a alteração de personalidade e o uso de uma substância, a categoria Sem Outra Especificação pode ser usada para a substância específica (por ex., Transtorno Relacionado à Cocaína Sem Outra Especificação).

Alterações acentuadas de personalidade também podem ser um aspecto associado de outros transtornos mentais (por ex., Esquizofrenia, Transtorno Delirante, Transtornos do Humor, Transtornos do Controle dos Impulsos Sem Outra Especificação, Transtorno de Pânico). Entretanto, nesses transtornos, nenhum fator fisiológico específico é considerado como estando etiologicamente relacionado à alteração da personalidade. A Alteração da Personalidade Devido a Uma Condição Médica Geral pode ser diferenciada de um Transtorno da Personalidade pela exigência de uma alteração clinicamente significativa a partir de um funcionamento básico da personalidade e da presença de uma condição médica geral etiológica e específica.

Critérios Diagnósticos para F07.0 - 310.1 Alteração da Personalidade Devido a... [Indicar a Condição Médica Geral]

A. Uma perturbação persistente da personalidade que representa uma mudança a partir de um padrão anterior da personalidade característico do indivíduo (em crianças, a perturbação envolve um acentuado desvio do desenvolvimento normal ou uma mudança significativa nos padrões habituais de comportamento, durando pelo menos 1 ano).

B. Existem evidências, a partir da história, exame físico ou achados laboratoriais, de que a perturbação é a conseqüência fisiológica direta de uma condição médica geral.

C. A perturbação não é melhor explicada por outro transtorno mental (inclusive outros Transtornos Mentais Devido a uma Condição Médica Geral).

D. A perturbação não ocorre exclusivamente durante o curso de um delirium e não satisfaz os critérios para uma demência.

E. A perturbação causa sofrimento ou prejuízo clinicamente significativo no funcionamento social, ocupacional ou em outras áreas importantes.

Especificar tipo:


Tipo Instável: se o aspecto predominante é uma instabilidade afetiva.

Tipo Desinibido

Tipo Agressivo

Tipo Apático

Tipo Paranóide

Outro Tipo

Tipo Combinado:

Tipo Não Especificado.

Nota para a codificação: Incluir o nome da condição médica geral no Eixo I, por ex., 310.1 Alteração da Personalidade Devido à Epilepsia do Lobo Temporal; codificar também a condição médica geral no Eixo III.

se há predominância de mais de um aspecto no quadro clínico
: se o aspecto predominante não é qualquer um dos acima, por ex., alteração da personalidade associada a um transtorno convulsivo.
: se o aspecto predominante é desconfiança ou ideação paranóide.
: se o aspecto predominante é uma acentuada apatia e indiferença.
: se o aspecto predominante é um comportamento agressivo.
: se o aspecto predominante é um fraco controle dos impulsos, evidenciado por indiscrições sexuais, etc.
. Este subtipo é usado se mais de um aspecto predomina no quadro clínico.
. Este subtipo seria usado, por exemplo, para uma alteração da personalidade associada com um transtorno convulsivo.
. Este subtipo é usado se a característica predominante é a presença de desconfiança ou ideação paranóide.
. Este subtipo é usado se a característica predominante é uma acentuada apatia e indiferença.
. Este subtipo é usado se a característica predominante é um comportamento agressivo.
. Este subtipo é usado se a característica predominante é um fraco controle dos impulsos (evidenciado, por exemplo, por indiscrições sexuais).
Este subtipo é usado se a característica predominante é uma instabilidade afetiva.

Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do amigo:

E-mail do amigo:

Mensagem:

Código de segurança (Repita o código):
 


Home :: Eventos :: Dicionário :: DSM-IV :: CID-10 :: Contato               PsicNet - Todos os direitos reservados