Concepção, Gestação, Bebê e Infância
Casal e Família
Relações de Gênero
Sexualidade Humana
DST's & AIDS
Métodos Contraceptivos
Estresse & Ansiedade
Medos & Fobias
Saúde & Prevenção
Hábitos e Disfunções Alimentares
Qualidade de Vida
Neurociências
Dependência química
Farmacologia
Psicologia Organizacional
Psicologia Acadêmica
Psicologia do Trânsito
Ética & Legislação
Direitos e Declarações Universais
Instituições
Notícias
Indicações Bibliograficas
Utilidade pública
Normas e Responsabilidades
Sobre o Site



Marcos A. L. Renna - Contato: 2965-4042 / 98458-4892
Psicologia do Trânsito
Home » Psicologia do Trânsito » Tema

Fatores humanos que influem na ocorrência de acidentes
01/08/2005 - 14h51m

FATORES HUMANOS QUE INFLUEM NA OCORRÊNCIA DE ACIDENTES:

Quando falamos em fatores humanos devemos pensar em traços de personalidade, condições físicas e psíquicas, influências internas e externas, doenças crônicas ou passageiras e refletirmos sobre os danos causados pelo “stress”, tão comum em nossos dias e sobre o qual, muito de nós tão pouco sabe.

Precisamos analisar os comportamentos inadequados que certos motoristas apresentam e procurarmos entender as causas, os porquês e ajudá-los na mudança desses comportamentos.

Para um melhor entendimento, citarei alguns tipos de motoristas que encontramos em nosso dia a dia.

MOTORISTA  DEPRESSIVO:

Apresenta alto grau de desmotivação, não possuindo muitas vezes, interesse pela própria vida. Nos momentos de crises, poderá provocar sérios acidentes;

MOTORISTA INTROVERTIDO:

Quieto, pensativo, mergulhado em seus pensamentos e problemas. Apresenta alto grau de dispersão, distrai-se com facilidade, comete falhas e é também causador de acidentes;

MOTORISTA AGRESSIVO:

Normalmente usa o veículo como válvula de escape, onde descarrega sua raiva. Comete imprudências, descontrola-se com facilidade e sempre se envolve em acidentes de grandes proporções com vítimas fatais às vezes.

MOTORISTA INSEGURO:

Está sempre em dúvida, conhece pouco o seu veículo, não tem certeza de estar no caminho certo, é lento, atrapalha o trânsito e muitas vezes é causador de congestionamento;

MOTORISTA SUGESTIONÁVEL:

É influenciado, aceita sugestões e desafios. Geralmente dirige sobre a influência de seus passageiros ou de outros motoristas;

MOTORISTA NEGATIVISTA:

Mal humorado, pessimista e sempre tomado pelo desânimo. Não é cooperador e não tem interesse em dirigir de forma correta.

MOTORISTA DISTRAÍDO:

Não se concentra. Ouve música em tom bem alto e tamborila no volante. Sua desatenção no volante, pode causar acidentes de grandes proporções.

MOTORISTA INQUIETO:

Está sempre buscando algo, dirigindo abre as portas luvas, procura algo nos bolsos, olha para trás, etc. Está sempre insatisfeito e ansioso. Sua dispersão poderá levá-lo a falhas geradoras de acidentes.

Autora:   Edlene Leite Loureiro Rodrigues, 
Psicóloga, CRP: 0966/ 13ª Região.

Contatos:  edlene@detran.pb.gov.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Nome:

E-mail:

Telefone:

Dúvida:

Código de segurança (Repita o código):
 



Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do amigo:

E-mail do amigo:

Mensagem:

Código de segurança (Repita o código):
 


Home :: Eventos :: Dicionário :: DSM-IV :: CID-10 :: Contato               PsicNet - Todos os direitos reservados