Concepção, Gestação, Bebê e Infância
Casal e Família
Relações de Gênero
Sexualidade Humana
DST's & AIDS
Métodos Contraceptivos
Estresse & Ansiedade
Medos & Fobias
Saúde & Prevenção
Hábitos e Disfunções Alimentares
Qualidade de Vida
Neurociências
Dependência química
Farmacologia
Psicologia Organizacional
Psicologia Acadêmica
Psicologia do Trânsito
Ética & Legislação
Direitos e Declarações Universais
Instituições
Notícias
Indicações Bibliograficas
Utilidade pública
Normas e Responsabilidades
Sobre o Site



Marcos A. L. Renna - Contato: 2965-4042 / 98458-4892
Temas sobre Saúde - Geral
Home » Saúde & Prevenção » Temas sobre Saúde - Geral » Tema

Baço
18/10/2004 - 23h19m

Esplenomegalia: O aumento do baço pode constituir um importante indício diagnóstico da existência de uma infecção subjacente, mas a própria condição pode causar problemas.

Esplenite Aguda Inespecífica: O aumento do baço ocorre em qualquer infecção veiculada pelo sangue. A reação esplênica inespecífica nessas infecções pode ser causada não apenas pelos próprios agentes microbiológicos , mas também pelos produtos da doença inflamatória.

Esplenomegalia Congestiva: A congestão venosa persistente ou crônica pode provocar o aumento do baço, condição denominada esplenomegalia congestiva. A congestão sistêmica ou venosa central é encontrada na descompensação cardíaca envolvendo o lado direito do coração, como pode ocorrer na valvulopatia tricúspide ou pulmonar, no cor pulmonale crônico ou após insuficiência cardíaca esquerda. A esplenomegalia congestiva também é causada por obstrução da veia porta extra-hepática ou da veia esplênica. A obstrução pode ser decorrente de trombose espontânea da veia porta. A trombose da própria veia esplênica pode ser iniciada pela compressão de tumores em órgãos vizinhos, como, por exemplo, o carcinoma do estômago ou do pâncreas.

Infartos Esplênicos: Causados pela oclusão da artéria esplênica principal ou de qualquer um de seus ramos, quase sempre são decorrentes de êmbolos provenientes do coração. O baço, junto com os rins e o cérebro, é um dos pontos mais freqüentes de localização dos êmbolos sistêmicos.

Neoplasias: O comprometimento neoplásico do baço é raro, exceto nos tumores do sistema linfo-hematopoético. Quando presentes, induzem esplenomegalia. Os seguintes tumores benignos podem surgir no baço: fibromas, osteomas, condromas, linfangiomas e hemangiomas.

Anomalias Congênitas: A ausência completa do baço é rara, sendo mais comum a hipoplasia. Os baços acessórios ( esplênulos ) são comuns.

Ruptura: Geralmente é causada por lesão ou traumatismo grave e é seguida por hemorragia intraperitoneal extensa, às vezes maciça. Essa condição geralmente exige remoção cirúrgica imediata do baço a fim de evitar a morte por perda de sangue e choque.




Nome:

E-mail:

Telefone:

Dúvida:

Código de segurança (Repita o código):
 



Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do amigo:

E-mail do amigo:

Mensagem:

Código de segurança (Repita o código):
 


Home :: Eventos :: Dicionário :: DSM-IV :: CID-10 :: Contato               PsicNet - Todos os direitos reservados